Você que tem problema com a bebida, existe uma saída: o AA!

Escrito por Resistência Camponesa
Publicado em 17/05/2008
Categoria: Edição nº 16
O alcoolismo destrói a vida de muitas pessoas e famílias. O Alcoólicos Anônimos - AA é um grupo antigo, que atua em todo o mundo.

O Jornal Resistência Camponesa entrevistou um membro do AA sobre esta doença tão terrível, mas que tem tratamento simples e bastante eficaz. Não divulgaremos o nome do entrevistado por exigência do AA, já que o anonimato é um dos seus princípios.

Jornal Resistência Camponesa: Têm pessoas que tratam o alcoolismo como um problema moral “Fulano bebe porque é vagabundo”. Como o AA define o alcoolismo?

Membro do AA: É uma doença incurável, citada no código internacional de doenças. A própria medicina considera o alcoolismo como uma doença. Fora do AA é tratado como falta de caráter, falta de vergonha na cara, falta de vontade. O próprio alcoólatra fala que bebe quando quer e para de beber quando quer, mas na verdade é o contrário, ele bebe mesmo sem querer e não consegue parar.

No AA evitamos o primeiro gole, não dizemos “não vou beber nunca mais” e sim “não vou beber só por hoje”.

RC: Algumas pessoas querem parar de beber e não conseguem. Pela experiência de vocês, porque isso ocorre? Apenas a força de vontade é suficiente?

AA: Só pelo fato dele querer já ganhou metade do caminho em busca da sobriedade. O momento em que a pessoa quer parar de beber e não sabe como é quando o AA pode ajudar. O lema do AA é bastante simples: “Se você quer beber, o problema é seu. Se você quer parar de beber, o problema é nosso.”

O alcoolismo é uma doença que debilita, enfraquece muito o alcoólatra e ele sozinho não consegue parar de beber. No AA, um fala a linguagem do outro, não dá conselho, cada um conta sua própria experiência, como o álcool só trouxe desgraça para sua vida e como ele consegue recuperar sua saúde e dignidade quando ele evita o primeiro gole.

RC: Algumas pessoas não procuram o AA porque imaginam que irão receber lição de moral. Como são as reuniões do AA?

AA: Nossas reuniões são simples, não falamos de religião, nem de política, não somos filiados a nenhuma seita ou partido, somos independentes, vivemos de nosso próprio esforço. Somos nós alcoólatras que ajudamos a nós mesmos. Quando a pessoa chega numa reunião pela primeira vez, chega desconfiado, não quer falar. Mas não é exigido nada, não precisa nem dar o nome. A pessoa fica desconfiada de que vai receber conselhos, porque quando chega a ir no AA é porque já aprontou muito, já botou a mulher pra correr, deu tiro, etc. No AA ninguém é bonzinho. Eu mesmo, quando cheguei no AA, tinha sido expulso de casa por minha esposa, de tanto que eu havia aprontado. Na reunião eu não quis falar, mas ouvi um companheiro contar sua própria história e pensei “sou alcoólatra também”. Usamos o tratamento de espelho, onde cada um conta sua história. E eu estou evitando o primeiro gole há 22 anos.

RC: O que vocês sugerem a quem mora no sítio e não pode ir à cidade participar de um grupo do AA?

AA: Quem tem acesso à internet e não tem tempo de ir à reunião, pode participar de uma reunião on-line [pela internet].

O AA tem uma literatura vasta que ajuda quem está afastado dos locais de reunião e não pode participar do grupo. A revista “Vivência” é lançada trimestralmente, ou seja, são 4 revistas por ano. Sua assinatura custa R$38,00 e sua leitura ajuda o alcoólatra a evitar o primeiro gole.

RC: Que sugestão o senhor dá para quem não sabe ou tem dificuldade de ler?

AA: Sempre tem alguém próximo dele interessado que ele pare de beber, um amigo ou um familiar que pode ler trechos da revista para ele cerca de 15 minutos por semana, por exemplo. E a revista também tem figuras que ajudam quem não sabe ler. A pessoa pode procurar o alcoólatra e dizer “conheço sua vida de bebedor, vou te ajudar”. O alcoólatra, quando vem à cidade, ao invés dele procurar ajuda para evitar o primeiro gole vai ao bar. Quando ele já sabe que tem o problema procura ajuda, telefona para um dos irmãos.

RC: O senhor quer deixar alguma mensagem final?

AA: Não, apenas agradeço a gentileza em procurarem o AA, vocês estão ajudando a divulgar nosso trabalho e um ajuda o outro. Estamos a disposição de vocês.

 

 

AA Contatos do AA

 

Grupo Remo
Salão Paroquial da Igreja Nossa Senhora Aparecida
Machadinho D’Oeste
(69) 32217243
Travessa Cabixi, nº 332 - Nossa Senhora das Graças
Porto Velho
Grupo Liberdade
Rua Padre Adolfo Rhol
Salão Paroquial da Igreja Matriz
Jaru
Grupo Vontade De Viver
Rua Raimundo Cantuária s/n
Associação dos Moradores - Jardim Santana
Porto Velho
Grupo Vida Nova
Rua Princesa Isabel, nº 370 - Centro
Vilhena
Grupo Nova Estrela
Fundos da Igreja São Francisco de Assis
Setor 01 - Ariquemes
Programa em rádio
Nova Jaru FM 94,1
todo domingo, das 9:30 às 10:00
   

Matérias da edição nº 20:

Editorial: O Brasil precisa é de uma grande Revolução

IMAGE
Passados seis meses de seu segundo mandato, Dilma/Lula/PT estão vendo cair por terra as máscaras que usaram para enganar o povo há mais de 20 anos. Fizeram tudo que disseram que não fariam: cortaram direitos trabalhistas como pensão, seguro desemprego e aposentadoria, reduziram o orçamento de educação e saúde. E como resultado, aprofundou a grave crise política e...
Companheiro Paulo Justino: presente na luta!

IMAGE
No dia 1º de maio, no distrito de Rio Pardo, mais um camponês foi covardemente assassinado. Paulo Justino Pereira era presidente de uma associação que lutava pelos direitos dos camponeses da região, principalmente terra para mais de 250 famílias despejadas há dois anos. Esta foi a principal reivindicação que ele apresentou numa reunião com Gercino José, o Ouvidor...
Camponeses fecham a BR e apontam necessidade de uma grande Revolução

IMAGE
Na madrugada do dia 9 de abril camponeses de diversas áreas organizados pela LCP fecharam a BR-364 em Jaru. O protesto foi contra os aumentos e medidas anti-povo decretados desde o início do ano pelo governo Dilma/PT e também exigiu regularização das áreas, energia elétrica, estradas e escolas. A manifestação também lembrou o dia 9 de abril como dia dos heróis do...
9 de Abril: DIA DOS HERÓIS DO POVO BRASILEIRO

IMAGE
9 de Abril: DIA DOS HERÓIS DO POVO BRASILEIRO Ari, Alcindo, Enio, Ercílio, José Marcondes, Nelci, Odilon, Maria Bonita, Oliveira, Jesus, Darli   1995 Honra e glória aos heróis do povo brasileiro!
Todos à celebração do 9 de agosto!

IMAGE
No dia 9 de agosto de 2015 completam-se 20 anos da heroica Batalha de Santa Elina, em Corumbiara. Nesse ano também se completam 5 anos da sua retomada e conquista. Depois de muita luta, hoje essas terras se encontram divididas em pequenos lotes onde centenas de famílias tiram seu sustento e movimentam o comércio da região. A LCP e os camponeses que retomaram estas terras,...
Juiz ordena despejo violento em Machadinho

IMAGE
No último dia 27 de maio, mais de 30 famílias foram despejadas do acampamento Cajueiro 1, localizado na fazenda Paredão, na RO-257, em Machadinho D’Oeste. Participaram da ação vergonhosa policiais da PM, GOE, do serviço de inteligência, da Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, fortemente armados, em várias viaturas e até num helicóptero. Os policiais obrigaram todos...
   
     
   
» Todo o conteúdo pode ser copiado e reproduzido desde que citada a fonte «