Santa Elina: quase 1 ano de luta e produção nas terras

Escrito por Resistência Camponesa
Publicado em 07/03/2009
Categoria: Edição nº 17
Horta coletiva em Santa ElinaHorta coletiva em Santa ElinaCamponeses já colhem o resultado da produçãoCamponeses já colhem o resultado da produçãoDesde maio do ano passado as famílias que retomaram as terras da fazenda Santa Elina tem resistido a todo tipo de ataques e despejos, sem falar na ação de elementos oportunistas, que orientados pelo PT e Incra tentaram desviar a luta, propondo a saída das terras e a organização de um acampamento na cidade de Cerejeiras para esperar pelas cestas básicas podres do governo e ficarem eternamente morando debaixo de lona.

Já calejados de tanto esperar por quem não vem, o Comitê de Defesa das Vítimas de Santa Elina – CODEVISE organizou a luta contra o bandido Sandro Paulo Barbosa. Ele foi assessor da senadora Fátima Cleide (PT), e passou a dedurar e ameaçar camponeses que queriam ficar nas terras.

Quando o CODEVISE esteve em Brasília em agosto de 2007, exigindo a indenização e corte das terras, a senadora tentou desmobilizar as famílias oferecendo passagens para voltarem a Rondônia. O resultado foi a expulsão deste elemento e seu grupinho, o que significou grande vitória para a luta das famílias, pois retirou do caminho espertalhões que queriam mais uma vez usar o povo para seus interesses econômicos e eleitoreiros.


A resistência das famílias nas terras gerou a reação criminosa dos latifundiários e policiais, durante mais de um mês ocorreram ataques quase que diários de bandos armados contra homens, mulheres e crianças indefesos. Cartuchos deflagrados: mais de 200 disparos contra o acampamentoCartuchos deflagrados: mais de 200 disparos contra o acampamentoNum dos ataques mais de 200 disparos foram realizados contra o acampamento, e atingiram barracos, utensílios domésticos e árvores. Ainda no mesmo dia todos os barracos foram queimados.

Os camponeses denunciaram o ocorrido ao Incra, Ouvidoria Agrária e Polícia Federal para que providências fossem tomadas. Centenas de cartuchos deflagrados e de vários calibres usados nestes ataques foram encontrados pelos acampados e levados para a Polícia Federal. Após as denúncias nenhum pistoleiro foi preso, mas as famílias foram despejadas. O governo brasileiro que foi condenado pela Corte Interamericana de Direitos Humanos a indenizar as vítimas do massacre até hoje nada fez. Também a promessa feita por Lula ao CODEVISE de que cortaria a fazenda ficou só no papel. Em outubro último, pistoleiros invadiram a casa de um camponês que mora no assentamento Adriana há mais de 20 anos, espancaram-no, obrigaram sua mulher a deitar no chão sob a mira de armas e despejaram um galão de leite sobre ela. O casal ainda foi ameaçado de morte caso continuassem apoiando a tomada de terra. A casa do casal também foi alvo de vários disparos. Mesmo o acampamento estando fora da área da fazenda Santa Elina a polícia militar, a mando de latifundiários, invadiu os barracos dos camponeses em busca de armas, e prendeu três camponeses. Valmir de Souza permaneceu por mais de um mês preso em Colorado do Oeste injustamente, sem que nenhuma prova fosse apresentada.

As famílias seguem organizadas e acampadas, plantaram hortas coletivas e outros cultivos.

O CODEVISE está iniciando novas mobilizações de famílias em toda a região para retomarem as terras e iniciarem o corte dos lotes.
   

Matérias da edição nº 20:

Editorial: O Brasil precisa é de uma grande Revolução

IMAGE
Passados seis meses de seu segundo mandato, Dilma/Lula/PT estão vendo cair por terra as máscaras que usaram para enganar o povo há mais de 20 anos. Fizeram tudo que disseram que não fariam: cortaram direitos trabalhistas como pensão, seguro desemprego e aposentadoria, reduziram o orçamento de educação e saúde. E como resultado, aprofundou a grave crise política e...
Companheiro Paulo Justino: presente na luta!

IMAGE
No dia 1º de maio, no distrito de Rio Pardo, mais um camponês foi covardemente assassinado. Paulo Justino Pereira era presidente de uma associação que lutava pelos direitos dos camponeses da região, principalmente terra para mais de 250 famílias despejadas há dois anos. Esta foi a principal reivindicação que ele apresentou numa reunião com Gercino José, o Ouvidor...
Camponeses fecham a BR e apontam necessidade de uma grande Revolução

IMAGE
Na madrugada do dia 9 de abril camponeses de diversas áreas organizados pela LCP fecharam a BR-364 em Jaru. O protesto foi contra os aumentos e medidas anti-povo decretados desde o início do ano pelo governo Dilma/PT e também exigiu regularização das áreas, energia elétrica, estradas e escolas. A manifestação também lembrou o dia 9 de abril como dia dos heróis do...
9 de Abril: DIA DOS HERÓIS DO POVO BRASILEIRO

IMAGE
9 de Abril: DIA DOS HERÓIS DO POVO BRASILEIRO Ari, Alcindo, Enio, Ercílio, José Marcondes, Nelci, Odilon, Maria Bonita, Oliveira, Jesus, Darli   1995 Honra e glória aos heróis do povo brasileiro!
Todos à celebração do 9 de agosto!

IMAGE
No dia 9 de agosto de 2015 completam-se 20 anos da heroica Batalha de Santa Elina, em Corumbiara. Nesse ano também se completam 5 anos da sua retomada e conquista. Depois de muita luta, hoje essas terras se encontram divididas em pequenos lotes onde centenas de famílias tiram seu sustento e movimentam o comércio da região. A LCP e os camponeses que retomaram estas terras,...
Juiz ordena despejo violento em Machadinho

IMAGE
No último dia 27 de maio, mais de 30 famílias foram despejadas do acampamento Cajueiro 1, localizado na fazenda Paredão, na RO-257, em Machadinho D’Oeste. Participaram da ação vergonhosa policiais da PM, GOE, do serviço de inteligência, da Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, fortemente armados, em várias viaturas e até num helicóptero. Os policiais obrigaram todos...
   
     
   
» Todo o conteúdo pode ser copiado e reproduzido desde que citada a fonte «