Trabalhadores de Buritis enfrentam operação Arco de Fogo

Escrito por Resistência Camponesa
Publicado em 12/03/2010
Categoria: Edição nº 18
No mês de dezembro de 2009 centenas de manifestantes tomaram as ruas de Buritis, em protesto contra a ação da Operação Arco de Fogo que havia apreendido caminhões de madeira nas estradas da região. Em solidariedade aos manifestantes o comércio fechou as portas. A população ateou fogo em pneus nas ruas e se concentrou diante da Unidade de Segurança Pública da cidade, alguns manifestantes furaram os pneus dos caminhões para evitar que fossem levados para a cidade de Ariquemes onde funciona a base operacional do Ibama e Força Nacional.

Manifestantes enfrentam Força Nacional e Ibama com paus e pedras, e impedem que madeira seja levada para Ariquemes.Manifestantes enfrentam Força Nacional e Ibama com paus e pedras, e impedem que madeira seja levada para Ariquemes.A Força Nacional e a Polícia Federal agiram com truculência disparando balas de borracha contra os manifestantes, até projeteis deflagrados de munição letal foram encontrados nas ruas. Mas a população se defendeu com pedras e paus, obrigando a FN a pedir reforços. Para conter a revolta, representantes do Ibama se reuniram com representantes dos comerciantes e trabalhadores e foram obrigados a não levar os caminhões e as cargas de madeira.

A operação Arco de Fogo é responsável pelo desemprego massivo em cidades como Buritis, Ariquemes, Machadinho, Cujubim, Jaci-Paraná, Pimenta Bueno além das pequenas cidades e povoados que estão em seu entorno. Dezenas de serrarias já foram fechadas gerando quebradeira no comércio e aumento da criminalidade. Em 4 meses de operação foram aplicadas multas no valor de R$ 14 milhões.

Manifestantes enfrentam Força Nacional e Ibama com paus e pedras, e impedem que madeira seja levada para Ariquemes.Manifestantes enfrentam Força Nacional e Ibama com paus e pedras, e impedem que madeira seja levada para Ariquemes.A mesma operação atuou no distrito de Rio Pardo arrancando bombas de gasolina dos postos de combustíveis e impedindo a entrada de alimentos e remédios no local como forma de expulsar as famílias que vivem e trabalham nesta região (veja matéria nas páginas 16, 17). Enquanto o Ibama persegue os trabalhadores da Amazônia, no ano passado o governo Lula entregou 220 mil hectares da Floresta Nacional do Jamari para serem explorados durante 60 anos por grandes mineradoras e grandes madeireiras com a desculpa de que vão proteger nossas florestas. Em janeiro o Ministério da Justiça prorrogou a atuação da Força Nacional por mais 3 meses dando continuidade a operação Arco de Fogo nos municípios de Campo Novo e Monte Negro.

As manifestações em Buritis expressam a insatisfação da população contra os abusos, humilhações e crimes cometidos pelo IBAMA e Força Nacional contra o povo trabalhador.
Manifestantes enfrentam Força Nacional e Ibama com paus e pedras, e impedem que madeira seja levada para Ariquemes.Manifestantes enfrentam Força Nacional e Ibama com paus e pedras, e impedem que madeira seja levada para Ariquemes.
   

Matérias da edição nº 20:

Editorial: O Brasil precisa é de uma grande Revolução

IMAGE
Passados seis meses de seu segundo mandato, Dilma/Lula/PT estão vendo cair por terra as máscaras que usaram para enganar o povo há mais de 20 anos. Fizeram tudo que disseram que não fariam: cortaram direitos trabalhistas como pensão, seguro desemprego e aposentadoria, reduziram o orçamento de educação e saúde. E como resultado, aprofundou a grave crise política e...
Companheiro Paulo Justino: presente na luta!

IMAGE
No dia 1º de maio, no distrito de Rio Pardo, mais um camponês foi covardemente assassinado. Paulo Justino Pereira era presidente de uma associação que lutava pelos direitos dos camponeses da região, principalmente terra para mais de 250 famílias despejadas há dois anos. Esta foi a principal reivindicação que ele apresentou numa reunião com Gercino José, o Ouvidor...
Camponeses fecham a BR e apontam necessidade de uma grande Revolução

IMAGE
Na madrugada do dia 9 de abril camponeses de diversas áreas organizados pela LCP fecharam a BR-364 em Jaru. O protesto foi contra os aumentos e medidas anti-povo decretados desde o início do ano pelo governo Dilma/PT e também exigiu regularização das áreas, energia elétrica, estradas e escolas. A manifestação também lembrou o dia 9 de abril como dia dos heróis do...
9 de Abril: DIA DOS HERÓIS DO POVO BRASILEIRO

IMAGE
9 de Abril: DIA DOS HERÓIS DO POVO BRASILEIRO Ari, Alcindo, Enio, Ercílio, José Marcondes, Nelci, Odilon, Maria Bonita, Oliveira, Jesus, Darli   1995 Honra e glória aos heróis do povo brasileiro!
Todos à celebração do 9 de agosto!

IMAGE
No dia 9 de agosto de 2015 completam-se 20 anos da heroica Batalha de Santa Elina, em Corumbiara. Nesse ano também se completam 5 anos da sua retomada e conquista. Depois de muita luta, hoje essas terras se encontram divididas em pequenos lotes onde centenas de famílias tiram seu sustento e movimentam o comércio da região. A LCP e os camponeses que retomaram estas terras,...
Juiz ordena despejo violento em Machadinho

IMAGE
No último dia 27 de maio, mais de 30 famílias foram despejadas do acampamento Cajueiro 1, localizado na fazenda Paredão, na RO-257, em Machadinho D’Oeste. Participaram da ação vergonhosa policiais da PM, GOE, do serviço de inteligência, da Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, fortemente armados, em várias viaturas e até num helicóptero. Os policiais obrigaram todos...
   
     
   
» Todo o conteúdo pode ser copiado e reproduzido desde que citada a fonte «