Dia Internacional da Mulher Trabalhadora

Escrito por Resistência Camponesa
Publicado em 12/03/2010
Categoria: Edição nº 18
Este ano, o MFP – Movimento Feminino Popular realizou a celebração do 8 de março na área Raio do Sol. Os moradores, especialmente as camponesas, abraçaram com entusiasmo esta que já é uma tradição do MFP e tantos outros movimentos classistas mundo afora. Os preparativos da celebração começaram com uma reunião com camponesas e depois com um estudo sobre os princípios do MFP. As tarefas foram divididas inclusive entre os homens.

Mulheres cantam hino do MFP durante o  5º Congresso da LCP - Agosto de 2008Mulheres cantam hino do MFP durante o 5º Congresso da LCP - Agosto de 2008

A celebração contou com a presença de quase 100 pessoas das áreas Raio do Sol, Canaã, Gonçalo, José e Nélio e Jaru. O barracão da Assembléia foi todo decorado com bandeiras do MFP, da LCP e da Palestina e um mural com fotos da luta popular, destacando a participação da mulher em todas as tarefas.

8 de março na área Raio do Sol8 de março na área Raio do SolLogo na abertura, foi apresentado um teatro que contou a história de uma luta vitoriosa liderada por mulheres camponesas. Na peça, camponeses e apoiadores trancaram o ônibus escolar dentro da área, obrigando a prefeitura a enviar o transporte para buscar as crianças. Antes disto, as camponesas enfrentaram uma promotora, o que prova que as mulheres do povo não têm que se unir com as mulheres das classes dominantes, não tem nada a celebrar e a lutar junto com suas opressoras.

A maioria dos atores do teatro era jovem. Eles são os que mais sentem necessidades de atividades recreativas e de integração e por isso mesmo são os maiores entusiastas de esportes e exercícios físicos, festas com música e dança, rodas de violão, filmes e teatros. Também são tarefas do MFP preparar atividades culturais e de lazer e apoiar a organização da juventude.

Depois do teatro, um grupo de mulheres cantou o hino do MFP “Lutadoras da Revolução” e deu-se início às falações. A primeira a falar foi uma camponesa do Raio do Sol que lembrou várias lutas na área: produção, resistência a despejo, construção de estrada e barracão da Assembléia, funcionamento da Escola Popular. Em todas elas a mulher participou ativamente.

A representante do MFP afirmou que o 8 de março não é de todas as mulheres, é o Dia Internacional das Mulheres Trabalhadoras do campo e da cidade, principalmente as operárias  e  camponesas, que junto dos homens de sua classe produzem todas as riquezas e ainda sofrem a mais infame opressão.

O representante da LCP deu vários exemplos do papel destacado das mulheres em várias lutas. Isto comprova que não há uma natureza feminina inferior ao homem. O que existe é uma opressão sexual contra as mulheres que a aprisiona na vida doméstica mesquinha e num papel submisso em relação ao homem. Esta ideologia reacionária imposta pertence e serve às classes dominantes que querem manter metade do povo – as mulheres – afastada da luta, fora de combate.

O ato encerrou-se com a comemoração dos aniversariantes do mês, iniciativa das mulheres do Raio do Sol e mais uma das tarefas do MFP: promover a integração e união dos camponeses.

Em 2010 completam-se 100 anos que a 2ª Conferência de Mulheres Socialistas definiu um Dia Internacional da Mulher Trabalhadora. Desde sua fundação, o MFP combate os movimentos feministas burgueses e revisionistas que desvirtuam o significado do 8 de março. Já é tradição do MFP celebrar esta data com seu verdadeiro caráter: um dia de luta de mulheres e homens das classes trabalhadoras, ombro a ombro, pela destruição do velho Estado e a construção revolucionária do novo poder de Nova Democracia, caminho para a construção do Socialismo.
   

Matérias da edição nº 20:

Editorial: O Brasil precisa é de uma grande Revolução

IMAGE
Passados seis meses de seu segundo mandato, Dilma/Lula/PT estão vendo cair por terra as máscaras que usaram para enganar o povo há mais de 20 anos. Fizeram tudo que disseram que não fariam: cortaram direitos trabalhistas como pensão, seguro desemprego e aposentadoria, reduziram o orçamento de educação e saúde. E como resultado, aprofundou a grave crise política e...
Companheiro Paulo Justino: presente na luta!

IMAGE
No dia 1º de maio, no distrito de Rio Pardo, mais um camponês foi covardemente assassinado. Paulo Justino Pereira era presidente de uma associação que lutava pelos direitos dos camponeses da região, principalmente terra para mais de 250 famílias despejadas há dois anos. Esta foi a principal reivindicação que ele apresentou numa reunião com Gercino José, o Ouvidor...
Camponeses fecham a BR e apontam necessidade de uma grande Revolução

IMAGE
Na madrugada do dia 9 de abril camponeses de diversas áreas organizados pela LCP fecharam a BR-364 em Jaru. O protesto foi contra os aumentos e medidas anti-povo decretados desde o início do ano pelo governo Dilma/PT e também exigiu regularização das áreas, energia elétrica, estradas e escolas. A manifestação também lembrou o dia 9 de abril como dia dos heróis do...
9 de Abril: DIA DOS HERÓIS DO POVO BRASILEIRO

IMAGE
9 de Abril: DIA DOS HERÓIS DO POVO BRASILEIRO Ari, Alcindo, Enio, Ercílio, José Marcondes, Nelci, Odilon, Maria Bonita, Oliveira, Jesus, Darli   1995 Honra e glória aos heróis do povo brasileiro!
Todos à celebração do 9 de agosto!

IMAGE
No dia 9 de agosto de 2015 completam-se 20 anos da heroica Batalha de Santa Elina, em Corumbiara. Nesse ano também se completam 5 anos da sua retomada e conquista. Depois de muita luta, hoje essas terras se encontram divididas em pequenos lotes onde centenas de famílias tiram seu sustento e movimentam o comércio da região. A LCP e os camponeses que retomaram estas terras,...
Juiz ordena despejo violento em Machadinho

IMAGE
No último dia 27 de maio, mais de 30 famílias foram despejadas do acampamento Cajueiro 1, localizado na fazenda Paredão, na RO-257, em Machadinho D’Oeste. Participaram da ação vergonhosa policiais da PM, GOE, do serviço de inteligência, da Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, fortemente armados, em várias viaturas e até num helicóptero. Os policiais obrigaram todos...
   
     
   
» Todo o conteúdo pode ser copiado e reproduzido desde que citada a fonte «