Nota de Apoio aos Camponeses de Capela

Escrito por Comitê de Apoio a Área Revolucionária de Capela.
Publicado em 26/04/2012
Categoria: Notícias
As mais de 300 (trezentas) famílias camponesas do acampamento das terras anexas da fazenda Pitombeira estão prestes a perder suas moradias, plantações e vínculos com a terra na qual vivem e trabalham há mais de seis anos. A justiça emitiu um mandato de reintegração de posse solicitado pela SAPEL, entidade do Grupo João Lyra, arrendatária da fazenda Pitombeira e seus anexos, pertencente à usina falida, João de Deus.

Vale ressaltar que esta usina decretara falência no ano de 2000 (dois mil) com milhões de reais em dívida acumulada com bancos oficiais e com órgãos oficiais como o INSS, valor este bem superior ao da propriedade citada.

O proprietário da usina falida “João de Deus” alega que as referidas terras anexas lhe pertence, embora não haja nenhum documento no cartório da cidade que comprove sua alegação. Apesar disso, a “justiça” impôs setenta dias para a retirada dos camponeses do local, prazo que se esgotará no próximo mês de maio.

Em 2006, os camponeses daquela área foram acolhidos pela Liga dos Camponeses Pobres – LCP. De lá para cá, esses trabalhadores sofreram já dois despejos (2009 e 2010), em ambos conseguiram preservar suas lavouras.

Todavia, pelo que se apresenta, o próximo despejo será ainda mais intransigente. Não haverá espaço para negociação e, como de costume, o que ficará da ação do Estado será: destruição (de barracos, lavouras), desespero, caos e desesperança como aconteceu na reintegração de posse em janeiro deste ano em Marechal Deodoro. Esta situação é ainda mais desconcertante, quando descobrimos que o pretenso proprietário das terras, é devedor do Estado de valores monetários muito superiores aos das propriedades citadas.

Nesse contexto, desigual, contraditório e parcial, é oportuno a manifestação uníssona da sociedade, quanto a seu desacordo, repúdio e insatisfação com as circunstâncias impostas aos homens e mulheres, crianças e idosos da área campesina em que vivem e trabalham os camponeses de Pitombeira e terras anexas.

Alagoas\Pernambuco, abril 2012

comitedeapoioacapela.blogspot.com.br


   
     
   
» Todo o conteúdo pode ser copiado e reproduzido desde que citada a fonte «