Chegou a hora do povo ocupar a Beirada! Chega de latifúndio de Vavá e Cabral!

Escrito por LCP do Norte de Minas e Bahia
Publicado em 21/11/2012
Categoria: Notícias
Boletim nº 2 (Manga, Novembro de 2012)

Caloteiros, ladrão do povo, explorador de trabalho escravo! Que o Cabral deve todo mundo sabe, deve no comércio local, deve aos trabalhadores que deram seu suor e saúde trabalhando na Beirada e não receberam!

Agora que o povo está decidido a tomar as terras, vem com mais uma das suas jogadas com conversa que vai ter investimentos na Beirada para gerar empregos. Nem para mentir está prestando. Quando teve produção na Beirada foi roubando o trabalho do povo.

Ministério do Trabalho liberta 142 escravos, entre eles seis crianças, em MG

Uma equipe de auditores fiscais, Promotores do Ministério Público e agentes da Polícia Militar, libertou 142 trabalhadores e seis crianças que viviam em regime de escravidão na fazenda Beirada Agropecuária, no município de Manga (MG). É a sexta vez que o proprietário da fazenda, Rogério Cabral Henrique é atuado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). O flagrante foi feito no dia 20 de novembro.

As pessoas resgatadas não tinham registro de trabalho, carteira assinada e não recebiam salários há cinco meses. Os auditores lavram 22 autos de infração e a expectativa é de que o fazendeiro tenha que pagar aproximadamente de R$ 3 milhões em indenização. (...)

De São Paulo, da Agência Notícias do Planalto, Danilo Augusto.  27/11/06

No ano de 2007 Cabral e seu filho junto com pistoleiros atiraram contra o povo que estava na estrada na frente da fazenda; mataram a tiros cachorros de camponeses, queimaram as feiras, pertences e até documentos da gente precisada que luta por um pedaço de terra para produzir e viver com dignidade.

Agora de novo está com pistoleiros disfarçados de funcionários na Beirada. Funcionário de quê se lá não está produzindo nada, se não tem dinheiro para abastecer o carro?  

Companheiros e companheiras, chega de tanta exploração e sofrimentos do nosso povo. As humilhações e abusos que muitos sofreram nas terras da Beirada não se repetirão!

Ao povo de Manga, Espinho, Malhadinha, Justa, Brejo de São Caetano, Manga Velha, Novo Plano, Três Rios, Ouro Verde, Inhuma, todos povoados, assentamentos e acampamentos da região que tem seus filhos precisando de terra para trabalhar, na Beirada todos conquistarão o seu pedaço de chão.

Aos caseiros, quando o povo entrar na terra nada irá lhes acontecer e terão também o direito a lutar por sua terra.

Conclamamos a todos que precisam de um pedaço de terra para trabalhar, a todo povo da cidade e região a lutar e apoiar os camponeses na luta pela conquista de seu pedaço de chão para trabalhar, produzir e viver com dignidade.Participe da manifestação 5ª feira, dia 22/11. 

Terra para quem nela vive e trabalha!

Tomar todas as terras do latifúndio!

Viva a Revolução Agrária!

 Liga dos Camponeses Pobres do Norte de Minas e Bahia

   
     
   
» Todo o conteúdo pode ser copiado e reproduzido desde que citada a fonte «