Realizado o I Seminário sobre a Questão Quilombola e a Revolução Agrária no Norte de Minas

Escrito por Comitê de Apoio à Luta pela Terra
Publicado em 26/10/2013
Categoria: Notícias

Realizou-se no dia dezesseis de outubro de 2013, na comunidade Furado Seco, município de Varzelândia, o I Seminário sobre a Questão Quilombola e a Revolução Agrária no Norte de Minas, promovido pela Liga dos Camponeses Pobres.

No evento, que contou com a participação de representantes da Associação dos Pequenos Produtores da Comunidade Para Terra I e de diversas famílias de pequenos proprietários e posseiros atingidos pela criação do Território Quilombola do Brejo dos Crioulos, a Liga dos Camponeses Pobres deixou clara a necessidade de levantar todo o Norte de Minas contra as absurdas ameaças de despejo feitas pelo INCRA à Comunidade Para Terra I, pequenos proprietários e posseiros.

 

Uma professora de história de São João da Ponte, apoiadora do movimento camponês combativo, abriu os trabalhos do seminário com uma exposição sobre a luta quilombola no Brasil e Norte de Minas, denunciando a campanha de criminalização da luta pela terra orquestrada pelo velho Estado gerenciado pelo PT.

Em todas as intervenções os trabalhadores presentes ressaltaram a necessidade de unificar a luta dos camponeses pobres, quilombolas, posseiros e pequenos proprietários da região para tomar e cortar todas as terras do latifúndio, através do Corte Popular.

O hino da Revolução Agrária, Conquistar a Terra, foi cantado ao final dos trabalhos. Todos saíram animados, confiantes e dispostos a resistirem aos ataques do velho Estado burguês latifundiário e serviçal do imperialismo pelo seu sagrado direito à terra!

Nem que a coisa engrossa: essa terra é nossa!

 Viva a Comunidade Para Terra I!

Viva a união dos quilombolas e todos os camponeses!

Viva a Revolução Agrária!

   
     
   
» Todo o conteúdo pode ser copiado e reproduzido desde que citada a fonte «