Nota de solidariedade a Dra. Maria José do Amaral

Escrito por LCP do Nordeste
Publicado em 23/06/2015
Categoria: Notícias
Nós da Liga dos Camponeses Pobres Nordeste repudiamos ao processo de criminalização à advogada Dra. Maria José do Amaral.

Como se não fosse suficiente a criminalização das lutas populares os defensores dos trabalhadores estão sendo também ameaçados pelo velho Estado. Absurdamente, a mando da juíza Joana Carolina que ordenou o despejo ilegal da Cacique Chicão, a advogada do caso das famílias, Dra. Maria José foi intimada a depor na polícia federal num inquérito que apura desobediência e formação de quadrilha. Dra. Maria José dedica boa parte de suas forças para defender trabalhadores do campo e da cidade como verdadeira defensora de nossos direitos, e é esse o principal motivo dessas esdrúxulas acusações.

Na luta por terra existem também muitos companheiros sendo processados e perseguidos pela falsa justiça em diversos cantos do país, companheiros são ameaçados e assassinados sem que o Estado tome nenhuma providência além de aumentar a repressão. O povo sempre resistiu a repressão e com a luta por terra, que expõe as feridas semifeudais e semicolônias do país, empunha a consigna: na lei ou na marra há muitos anos.

Manifestamos nossa solidariedade à Dra. Maria José do Amaral e a todos os indiciados no caso da Cacique Xicão e exigimos o fim desse inquérito incriminatório.

ABAIXO O FASCISMO E A CRIMINALIZAÇÃO DA LUTA DO POVO!

LUTAR NÃO É CRIME

   
     
   
» Todo o conteúdo pode ser copiado e reproduzido desde que citada a fonte «