Camponês torturado em delegacia após operação contra LCP

Escrito por AND
Publicado em 22/12/2016
Categoria: Notícias
No dia 14/12, a Polícia Civil com o apoio da Polícia Militar realizou a operação “nuvem de gafanhoto” com o objetivo de “combater” uma “organização criminosa” que atuaria na região do Vale do Guaporé “invadindo” terras, no estado de Rondônia. O judiciário expediu nove mandados de prisão e dez de apreensão, resultando em dez prisões, sendo nove em Seringueiras e uma em Ji-Paraná.
 
Camponeses pertencentes ao Acampamento Enilson Ribeiro, em Seringueiras, foram presos arbitrariamente, sendo encaminhados para a delegacia da polícia civil em São Miguel do Guaporé. Os camponeses estariam sendo acusados de “danificar” a Fazenda Bom Futuro. O número de presos não foi informado.

Em denúncia enviada pela ABRAPO a redação de AND, um dos camponeses do Acampamento Enilson Ribeiro liberado no dia seguinte às prisões apresentava escoriações pelo corpo, sinais claros de que foi torturado barbaramente pelos policiais dentro da delegacia. (foto)

Os órgãos do velho Estado, a serviço do latifúndio, intentam com esta operação criminalizar e reprimir a Liga dos Camponeses Pobres (LCP) e, com isso, barrar o avanço da luta pela terra no estado, tendo em vista que a maioria dos detidos são ativistas desse movimento camponês.

Fonte: andblog.com.br

   

Notícias relacionadas « » leia também:

Sem notícias relacionadas para exibir nessa página.


   
     
   
» Todo o conteúdo pode ser copiado e reproduzido desde que citada a fonte «