Ativista é assassinado dentro de hospital

Escrito por AND
Publicado em 21/03/2017
Categoria: Notícias
Na madrugada de 20/03, Waldomiro Costa Pereira foi assassinado dentro do Hospital Geral do município de Parauapebas (PA). Cinco homens armados e encapuzados invadiram o hospital, três deles se dirigiram à UTI onde se encontrava Waldomiro e efetuaram ao menos oito disparos contra ele, que faleceu no local.

Waldomiro era camponês e líder na regiãoWaldomiro era camponês e líder na regiãoWaldomiro era ativista do MST desde 1996, sendo considerado uma das principais lideranças do movimento na região. Ele exerceu papel de destaque na criação do Assentamento 17 de Abril, em Eldorado dos Carajás, onde vivia e trabalhava no seu pedaço de terra.

Pistoleiros executaram Waldomiro dentro do hospitalPistoleiros executaram Waldomiro dentro do hospitalDois dias antes de ser morto, o ativista sofreu um ataque quando trabalhava em seu lote de terra. Dois homens encapuzados em uma moto se aproximaram do local e dispararam contra ele, ferindo-o na cabeça em uma das mãos.

O ativista, que também era servidor público do município de Parauapebas, deixa uma esposa e cinco filhos.

Em nota, a direção estadual do MST afirmou que “este é mais um assassinato de trabalhadores no estado do Pará, em que o governo é culpado pela sua incompetência em cuidar da segurança da população e praticado em função da negligência do estado em apurar e punir os crimes desta natureza”.

Fonte: anovademocracia.com.br

   

Notícias relacionadas « » leia também:

Sem notícias relacionadas para exibir nessa página.


   
     
   
» Todo o conteúdo pode ser copiado e reproduzido desde que citada a fonte «