Comunidade Canabrava/MG: terceiro despejo em 38 dias

Escrito por Comitê de Apoio AND – Norte de Minas
Publicado em 05/09/2017
Categoria: Notícias

No último dia 24/08, as 45 famílias da comunidade Canabrava, em Buritizeiro, Norte de Minas Gerais, foram alvo de mais um covarde despejo perpetrado pela PM do gerente estadual Fernando Pimentel/PT. Mais uma vez, os barracos e pertences dos camponeses ficaram completamente destruídos e as famílias foram, após a ação da PM, atacadas a tiros por pistoleiros a soldo do latifundiário Adriano Pinto Coelho Gonzaga, conforme denuncia o Conselho Pastoral dos Pescadores/CPP-MG.

Como temos noticiado a situação da comunidade Canabrava é preocupante. Os latifundiários têm sido cada vez mais encorajados pelos órgãos do velho Estado a cometerem toda espécie de violências e crimes contra estas 45 famílias, que vivem e trabalham, desde 2005, às margens do Rio São Francisco. Em pouco mais de um mês, a PM de Fernando Pimentel/PT promoveu três despejos contra estas famílias. Estes despejos têm sido a senha para os consecutivos ataques de pistoleiros comandados pelo latifundiário Adriano Pinto Coelho Gonzaga.

A situação da Comunidade Canabrava é do conhecimento dos gerenciamentos de turno federal e estadual, uma vez que é acompanhada pela “Mesa de Diálogo” de Pimentel/PT. No último dia 16/8, realizou-se uma Audiência Pública a este respeito, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais e, como têm se tornado rotina, esta audiência serviu somente para legitimar mais este despejo contra os camponeses e encorajar ainda mais as ações criminosas e sempre impunes do latifúndio.

   

Notícias relacionadas « » leia também:

Sem notícias relacionadas para exibir nessa página.


   
     
   
» Todo o conteúdo pode ser copiado e reproduzido desde que citada a fonte «