Vídeos Resistência Camponesa

Confronto em Rio Pardo

   
   

Leia também:

Latifundiário Nego Zen e parte do seu bando armado foi preso

IMAGE
No dia 15 de setembro o latifundiário Heládio Cândido Senn (conhecido como Nego Zen) e outras três pessoas foram presas por portarem armas de fogo. Além do latifundiário, também foram presos Wellington A.Silva (20 anos), Geraldo A.S.S (44 anos) e Donovã Alfreto Senn (22 anos). Eles portavam ilegalmente uma espingarda calibre 12, um revólver calibre 38 e duas...
Movimento sindical denuncia atentado em acampamento

IMAGE
O acampamento Vida Nova, em Jordânia, Minas Gerais, tem sofrido ataques nos últimos meses, e tanto famílias acampadas quanto dirigentes do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR) da região estão ameaçados de morte por parte das pessoas que se dizem proprietárias da área onde o acampamento está localizado.
Famílias camponesas ocupam INCRA em Conceição do Araguaia / PA

IMAGE
Na tarde dessa segunda-feira, 15 de setembro de 2014, cerca de 150 trabalhadores/as rurais ligados ao STTR e LCP ocuparam a sede da Unidade Avançada do INCRA de Conceição do Araguaia. O objetivo da manifestação é exigir do órgão responsável pela Reforma Agrária no Brasil, solução para os diversos problemas enfrentados por assentados e acampados da Região.
Camponeses relatam sequestro, tortura e cárcere privado - vídeo

O latifundiário Heládio Cândido Senn (conhecido como Nego Zen) e seu bando armado, sequestraram 2 camponeses no dia 4 de setembro numa estrada que dá acesso ao acampamento Gilson Gonçalves no município de Chupinguaia-RO. Além de terem sido sequestrados, os camponeses Daniel e Paulo Sérgio foram submetidos a cárcere privado, e sofreram tortura física e psicológica....
Camponeses foram sequestrados e mantidos presos em fazenda

IMAGE
Desde a manhã do dia 4 de setembro, Daniel Sfalsini e Paulo Sérgio, dois camponeses do acampamento Gilson Gonçalves estavam desaparecidos. O acampamento fica no município de Chupinguaia-RO. No  sábado (5/09) diversas entidades já haviam denunciado o desaparecimento preocupadas com a situação dos camponeses. Ontem (7/09) pela manhã, uma missão de solidariedade...
Bando armado do latifúndio ataca camponeses, 2 estão desaparecidos

IMAGE
Denúncia Urgente! Desde as 6 horas do dia 4 de setembro, quinta-feira, Daniel e Paulo, dois camponeses do acampamento Gilson Gonçalves estão desaparecidos. No dia seguinte, cerca de 7 pistoleiros cercaram o acampamento e atiraram várias vezes contra os camponeses. O acampamento fica no município de Chupinguaia. O responsável por mais este crime hediondo é o...
Pela imediata defesa da vida do advogadodo povo Ermógenes Jacinto de Souza

IMAGE
O Dr. Ermógenes Jacinto de Souza é um conhecido advogado de camponeses pobres em luta pela terra no estado de Rondônia, na Amazônia brasileira, onde ocorrem recorrentes assassinados a mando de latifundiários, como a morte do Prof. Renato Nathan e os camponeses Élcio Machado, Gilson Gonçalves e dezenas de outros. É evidente a total ausência do Estado de Direito em...
Aumentar as tomadas de terra do latifúndio! NÃO VOTAR!

IMAGE
6° Congresso da LCP   Aumentar as tomadas de terra do latifúndio! NÃO VOTAR!    Aos camponeses sem terra ou com pouca terra, aos povos indígenas, aos acampados cansados de esperar em acampamentos que nunca terminam, aos trabalhadores com salários baixos ou que sobrevivem de pequenos bicos, aos jovens desempregados, às mães solteiras que penam para criar...
Durante despejo 12 casas são queimadas em Candeias do Jamari

IMAGE
Vinte e cinco famílias de posseiros foram despejados e doze deles tiveram suas casas queimadas na Linha 25 no município de Candéias do Jamari, em Rondônia. Os fatos aconteceram durante uma reintegração de posse ordenada pela 2ª Vara Cível de Porto Velho.
Operação de guerra realiza despejo ilegal e promove prisão de lavradores no Maranhão

Operação de guerra realiza despejo ilegal e promove prisão de lavradores no P.A São Francisco, Bom Jesus das Selvas, Sudoeste do Maranhão, para favorecer a SUZANO PAPEL CELULOSE. Confira artigo de Diogo Cabral, advogado da CPT Maranhão
Moção da ABA referente aos Povos Indígenas em isolamento voluntário

A ABA (Associação Brasileira de Antropologia) considera ser fundamental que o Estado brasileiro tenha definida uma política pública que garanta os direitos dos povos indígenas em situação de isolamento e de recente contato, bem como demanda do governo que apresente o plano de contingência que deveria ter sido elaborado pelo GT Interministerial criado pela Portaria...
Mais uma trabalhadora rural é assassinada no Maranhão

Palco de intensos conflitos agrários, o Maranhão registrou mais um assassinato em razão de conflito pela posse da terra. A vítima foi a Sra. Maria José Amorim Silva Lima, 49 anos, presidente da Associação dos Trabalhadores Rurais do Povoado Belo Monte 3, zona rural de Amarante, sudoeste do estado. Ela foi morta em 10 de julho último por pistoleiros, com quatro...
Julho sangrento no país da pistolagem

Nas últimas semanas diversos assassinatos ligados a conflitos fundiários ocorreram pelo país, principalmente na Amazônia e no Nordeste.
LCP celebra 19 anos da resistência de Corumbiara

IMAGE
Nos dias 9 e 10 de agosto a Liga dos Camponeses Pobres de Rondônia e Amazônia Ocidental realizou seu 6° Encontro de Delegados na cidade de Corumbiara. Participaram cerca de 120 pessoas: camponeses eleitos como representantes de dezenas de áreas novas e antigas de Rondônia, professores, estudantes e apoiadores. Na manhã do dia 9 de agosto, rojões anunciaram para a...
Quilombolas presos injustamente há quase 2 anos recebem liberdade provisória

IMAGE
Depois de 1 ano e 10 meses presos e sofrendo ameaças e humilhações na cadeia pública de São João da Ponte, Norte de Minas, quatro companheiros quilombolas receberam a liberdade provisória na tarde do dia 31 de julho. Os quilombolas Edimilson Lima Dutra, Édio Jose Francisco, Joaquim Fernandes de Souza e Sérgio Cardoso de Jesus foram presos preventivamente no mês de...
   
     
   
» Todo o conteúdo pode ser copiado e reproduzido desde que citada a fonte «
Siga-nos no Twitter
Resistência Camponesa no Facebook