Abaixo o covarde ataque de pistoleiros e PM contra quilombolas

Nos últimos dias de abril quilombolas dos municípios de Varzelândia, São João da Ponte e Verdelândia foram atacados, numa verdadeira operação de guerra da PM com um contingente de 200 policiais fortemente armados.

Chegaram na área onde os quilombolas estavam acampados desde outubro do ano passado em um ônibus, 16 carros, acompanhados de cachorros e com um helicóptero a espera de um confronto para atacar. Os acampados foram mais uma vez expulsos das terras pela força repressiva do velho Estado.

Esta é a carta branca do velho Estado para a ação de grupos de pistoleiros agirem livremente. Estas famílias voltaram para vilas e povoados e estão sendo intimidadas e aterrorizadas diariamente pela pistolagem. Mesmo depois de saírem da terra, as lideranças estão sendo ameaçadas a luz do dia por bandos de pistoleiros.

O governo do PT que durante tantos anos iludiu o povo com a promessa de “Reforma Agrária”, consegue fazer ainda pior do que FHC, promovendo violência e matança do povo em luta pela terra.

O povo só pode contar com suas forças. Não aceitamos estas ameaças e chamamos todo o povo a resistir contra estes ataques e ameaças.

O Povo quer terra, não repressão!

Viva a luta dos quilombolas!

Viva a Revolução agrária!

Liga dos Camponeses Pobres do Norte de Minas e Bahia

Varzelândia – Maio de 2011