Três camponeses assassinados em emboscada

No dia 15 de outubro, três camponeses foram assassinados em Monte Santo, Bahia.

Os camponeses se deslocavam a pé da Fazenda Capivara em direção ao Assentamento Santa Luzia da Bela Vista onde estava ocorrendo uma reunião com o Incra, quando no meio do caminho foram surpreendidos por uma emboscada preparada por pistoleiros.

Os camponeses tinham 48, 24 e 23 anos, e se chamavam Tiago, Luiz e Josimar, respectivamente.

Os dois jovens foram mortos primeiro e seus corpos escondidos na caatinga. Tiago, que vinha em seguida caminhando sozinho, após ser alvejado teve seu corpo deixado na estrada.

Segundo informações dos advogados dos trabalhadores Tatiana E. Dias Gomes e João Alexandrino de Macedo Neto, há fortes indícios de que os assassinatos foram ordenados por grileiros de terras da região da Fazenda Capivara.

O clima na cidade e na zona rural é de tensão. O povo está apreensivo, pois temem novos atentados.

Segundo informações dos advogados, desde o ano passado até o presente momento, somam-se 6 assassinatos de trabalhadores rurais na região, por conta dos conflitos agrários envolvendo camponeses e latifundiários.