Defender a posse dos camponeses do Olaria Barra do Mirador!

Ao povo de Miravânia, Cônego Marinho, Manga, Montalvânia, Januária e todo o Norte de Minas:

Denunciamos o sinistro plano dos latifundiários, especialmente 3J e
Valtinho, para nos expulsar de nossas terras e de nossa cidade. Por
meio de uma absurda reintegração de posse, destruir nossa comunidade
onde vivemos e produzimos há 19 anos, mesmo nesse solo árido de toá, mas
que nunca abandonamos!

QUEREM NOS EXPULSAR E TRANSFORMAR MIRAVÂNIA NUM DESERTO, onde
só existam bois do Valtinho e vaqueiros escravos e puxa-sacos! Valter
Santana Arantes (dono do Supermercado BH) foi preso ano passado na
“operação Lava Jato” por roubar dinheiro público (lavagem de dinheiro) e
quer continuar roubando o povo tomando as nossas terras.

Não vamos embora, nascemos aqui, onde
trabalharam e viveram nossos avós e pais e não entregaremos nossas
terras, nossos lotes parcelados com nossos esforços e apoio da Liga.

VAMOS LUTAR e defender nossas
famílias, nossa dignidade, nossa produção, nossos animais e NOSSO
DIREITO DE VIVER! Não vamos para as cidades grandes virar mendigos ou
alvos para polícia treinar tiro, igual estão fazendo no Rio de Janeiro e
em São Paulo!

O Brasil está vivendo uma gravíssima
crise econômica, política e moral, com parlamento e governos corruptos e
podres. São 27 milhões de desempregados e a primeira medida do governo
Bolsonaro foi reduzir o salário mínimo, aprovar um pacote de leis contra
o povo e agora tenta empurrar goela abaixo dos brasileiros a maldita
reforma da Previdência.

Tudo que este governo e sua tropa de
militares, que invadiram todos os postos importantes no velho Estado
querem é arrochar a vida do povo retirando direitos dos trabalhadores e
criminalizando sua luta por sobrevivência.   

No campo anunciaram uma guerra contra
os pequenos e médios, camponeses, quilombolas e os indígenas. O
presidente do INCRA agora é um general e já baixou a ordem que não
recebe sem terra nem suas organizações, o negócio dele é o agronegócio e
as mineradoras assassinas.

Para os latifundiários e os
banqueiros, os sanguessugas da nação, entregam tudo: dinheiro, perdão de
dívidas, isenção fiscal, regularizam terras griladas, liberam armas e
licença ambiental para cometerem todos os tipos de crimes impunemente.
Contra o povo que produz e constrói tudo nesse país esse governo ameaça
com despejos e todo tipo de perseguição, até plantar roça, pescar,
comercializar é considerado crime. O mesmo COPAM (Conselho de Políticas
Ambientais) que nos persegue foi quem liberou a ampliação da mineração
da Vale terrorista em Brumadinho, que assassinou centenas de pessoas. E
acham pouco, querem nos matar de fome.

Expulsar os camponeses da Barra do Mirador é trazer mais miséria para nossa cidade!

No Norte de Minas todo mundo sabe que os municípios estão quebrados
graças à essa mesma política de cortes no orçamento de tudo que deveria
ser público e a serviço do povo, além de outras mazelas históricas de
desvios de verbas e a velha política de favores e privilégios. As
estradas, a saúde, a educação e o povo estão abandonados, até os
professores eles deixam de pagar, mas tem funcionário do governo que
recebe mais de 30 mil (o teto do alto escalão do judiciário é 39 mil
reais mensais) e agora querem culpar o povo da esparrela a que o país
chegou.

Nós compramos, pagamos honestamente e
vendemos nossa produção nos comércios de Miravânia e cidades vizinhas,
inclusive produzimos uma das farinhas de mandioca das mais apreciadas.
Abastecemos nos postos de combustível, circulamos nas pequenas empresas
de transporte e taxistas, geramos renda e produzimos alimentos de
qualidade a baixo custo! E os parasitas latifundiários, o que trazem de
bom para nossa cidade? Nada, só exploram e oprimem os pequenos!

Convocamos os moradores de Miravânia, Cônego Marinho, Montalvânia,
Manga, Januária e região, pequenos e médios proprietários, povo
Xakriabá, comerciantes, estudantes e professores, todos os honestos e de
bem, todos os democratas a apoiarem a justa luta da Comunidade Olaria
Barra do Mirador.

Essa terra é nossa!

Terra para quem nela vive e trabalha!

Liga dos Camponeses Pobres do Norte de Minas e Sul da Bahia

Famílias Camponesas do Olaria Barra do Mirador