Ação de reintegração de posse em área dos Pataxó Hã-Hã-ai causa revolta

Policia Federal efetua ação de reintegração de posse em área ocupada pelos Pataxó Hã-Hã-Ai, na região da Água Vermelha, município de Pau Brasil.

Desde a manhã de hoje (27/11) cerca de 50 agentes da PF ocupando 07 viaturas (Micro ônibus e S-10) realizam uma ação de reintegração de posse e de busca e apreensão de armas na fazenda Serra Verde, há cerca de 07 quilometro de Pau Brasil, onde se encontram 12 famílias Pataxó Hã-Hã-ai sobre a liderança de Elza Pataxó (Irmã mais velha de Galdino Pataxó), estas famílias ocupam esta área há mais de 06 anos, no ano passado foram retirados e voltaram a ocupá-las.

A ação de hoje ocorre dentro de um contexto de estranheza e de muita revolta da comunidade Pataxó Hã-Hã-ai, que alegam estar sendo quebrado um acordo, de que nenhuma liminar poderia ser cumprida neste período até o julgamento final da Ação de Nulidade de Títulos, ao tempo que os índios não realizaram nenhuma retomada também neste período.

A cerca de 60 pessoas que ocupam a área continuam resistindo, os móveis das famílias encontra-se em 04 caminhões tomando chuva largados na Praça do Fórum de Pau Brasil.

O Gerente do fazendeiro Jaime do Amor, conhecido como Galego foi preso pela Policia Federal, quando ameaçava lideranças Pataxó Hã-Hã-ai com uma arma de pequeno calibre.

A Procuradoria Geral da Funai em Brasília mantém contato com os Ministro do Supremo Tribunal Federal, em especial com o Ministro Eros Grau, no sentido de solucionar esta questão. E evitar mais esta situação humilhante para a comunidade Pataxó Hã-Hã-ai, que são considerados invasores de suas próprias terras.

Itabuna, 27 de Novembro de 2008
Conselho Indigenista Missionário