Repúdio aos covardes ataques contra o povo Xakriabá em Itacarambi (MG)

Cerca de 40 capangas, cabos eleitorais do prefeito de Itacarambi candidato à reeleição Ramon Campos Cardoso (PDT), invadiram o Posto de Saúde da aldeia Várzea Grande, na Terra Indígena Xakriabá, no último dia 23 de setembro, agredindo com pauladas os presentes. Um indígena teve o braço quebrado; funcionários da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) e um missionário do Conselho Indigenista Missionário (Cimi) foram agredidos e veículos da Sesai danificados.

Os agressores são posseiros arregimentados pelo latifúndio, insuflados pelos discursos racistas do prefeito Ramon Campos Cardoso (PDT), que tem buscado insistentemente criar opinião pública para mobilizar o povo da cidade de Itacarambi contra os xakriabás, por meio de afirmações como: “estão querendo transformar Itacarambi numa grande aldeia” e “a Várzea Grande não é uma aldeia, e jamais será se Deus quiser”.

Repudiamos veemente mais este odioso crime cometido pelo latifúndio, acobertado e apoiado pelo velho Estado e seus gerentes de turno!

Não votar! Viva a Revolução Agrária!

LCP – Liga dos Camponeses Pobres do Norte de Minas e Sul da Bahia