Cabanos do Porto agitam a cidade com a feira da Revolução Agrária!

A pequena feira do povoado de Porto da Rua, pertencente ao município de São Miguel dos Milagres-AL, recebeu no dia 27 de abril, camponeses vindos de várias localidades da região Nordeste com seus produtos para propagandear o trabalho e organização da Revolução Agrária e de sua feira, a Feira da Revolução Agrária.

Além de propagandear a Revolução Agrária, a Feira teve outro objetivo específico, denunciar as ações dos poderosos do Litoral Norte de Alagoas que neste exato momento tramam para destruir a Vila dos Cabanos do Porto. Nesta existem cerca de 70 famílias vivendo há mais de 5 anos, se organizam por conta própria, e agora aparece o ex-prefeito de São Miguel dos Milagres, Eraldino ou Dino, se dizendo dono da área, mas só possui uma nota promissória de compra e venda de coqueiros e um rascunho de um mapa.

Em Cabanos do Porto o povo organizou o Corte Popular, que foi celebrada com uma grande festa na área, onde teve distribuição de certificados produzidos pela equipe do Corte Popular. Na área acontecem Assembleias Populares, onde o povo decide seus rumos, como a realização de mutirões de limpeza, de construção e de segurança. Agora esta em andamento a construção da Escola Popular e o projeto de abastecimento de água para todas as casas da área.

A Feira da Revolução Agrária agitou a cidade, além de produtos frescos – macaxeira, quiabo, alface, coentro, cebolinha, romã, abobora, feijão, banana, maracujá, milho – trazidos por companheiros das áreas de Zé Ricardo/Pernambuco e Renato Nathan/Alagoas, a atividade também contou com intervenções dos companheiros e panfletagem.

Durante a atividade um vereador da cidade, David Costa (PV), passou em seu carro e exclamou: “-Vão trabalhar vagabundos!”. Este acontecimento causou comoção entre as pessoas que compravam na banquinha da Revolução Agrária e demais pessoas que também trabalhavam ou passavam pelo local no momento. Os xingamentos do inimigo é elogio para nós.

A renda da Feira foi discutida em uma Assembleia Popular nos Cabanos do Porto e ficou decidido que esta seria investida na compra de matérias para canalizar a água da fonte até a área.

Terra para quem nela vive e trabalha!

Viva os cabanos do Porto!

Viva a Revolução Agrária!

Liga dos Camponeses Pobres do Nordeste