Mais uma vez imprensa reacionária e mentirosa criminaliza a LCP

No dia 16 de dezembro de 2018 uma matéria policialesca e mentirosa veiculada na imprensa policial de Rondônia acusa sem provas a LCP – Liga dos Camponeses Pobres de ter ligação com uma pessoa presa acusada de roubo em Seringueiras.

Fabricar notícias falsas para caluniar, criminalizar e desmoralizar os camponeses, a luta pela terra e suas organizações combativas, é velha prática dessa imprensa marrom, mentirosa, serviçal do latifúndio e desse velho Estado.

Essa mesma imprensa fartamente financiada com verbas do governo, sempre empenhada em atacar a luta camponesa, mesmo que para isso precise inventar factoides, não publica uma vírgula sobre os assassinatos de camponeses e diversos outros crimes cometidos pelo latifúndio e seus bandos armados.

O objetivo de tais notícias falsas vinculando supostos criminosos com uma honrada organização camponesa é semear confusão. Mas a verdade sempre prevalece. Se alguém tem alguma dúvida, faça uma visita em alguma área conquistada através da luta dos camponeses junto com a LCP e verá gente enfrentando inúmeras dificuldades mas trabalhando honestamente tirando da terra seu sustento, livre da exploração de latifundiários e sem depender de governo.

O que tanto teme e ameaça essa canalha que vive de espalhar mentiras, é que esse exemplo se espalhe por todos os cantos, que aumentem as tomadas de terra, que os latifúndios sejam destruídos, e a terra seja cortada em pequenos lotes e entregues a quem nela viver e trabalhar.

Desafiamos a provarem que esse suposto assaltante tem ligação com a LCP.